DICIONARIO GEOLOGICO GEOMORFOLOGICO PDF

Kagagar ISBN X Compiles over 1 entries, comprising diverse fields of geology e other sciences that have a close relationship with the geological science. Be the first to review this item Would you like to tell us about a lower price? Get fast, free shipping with Amazon Prime. Shopbop Designer Fashion Brands.

Author:Motaxe Doujin
Country:Guinea
Language:English (Spanish)
Genre:Career
Published (Last):24 March 2014
Pages:124
PDF File Size:8.49 Mb
ePub File Size:15.5 Mb
ISBN:589-4-75110-224-2
Downloads:67774
Price:Free* [*Free Regsitration Required]
Uploader:Mikashicage



Encontra-se recoberto por argilas e vasas pelgicas sendo comumente referido como ambiente de fundo. Sinnimo: estratificao. Os minerais constituintes de uma rocha dividem-se em essenciais e acessrios. Os acessrios dividem-se em acessrios menores, como apatita, zirco, hematita, magntica, etc.

Os primeiros, em geral, so microscpicos e ocorrem em pequena quantidade. Os segundos, em certos casos, atingem tal importncia que podem mudar o carter da rocha. O limite inferior do teor de slica nas rochas cidas, varia segundo os diferentes autores.

Nos solos, a adsoro de solues nas superfcies e interfaces de gros de argila permite a troca inica. Este mecanismo foi proposto para explicar as movimentaes transcorrentes, atravs de falhas transformantes, verificadas ao longo das cadeias mesocenicas. Oposto de degradao. As guas conatas podem ser doces ou salgadas, conforme sua origem continental ou marinha respectivamente. A maioria das guas conatas associadas aos campos petrolferos salgada.

Sinnimos: gua de formao e gua fssil. Ela est envolvida na maioria das reaes diagenticas psdeposicionais das rochas sedimentares. O seu papel na formao de depsitos de petrleo e gs muito importante, embora seja muito pouco conhecido. Sinnimo: gua suspensa alctono Refere-se a recursos materiais provenientes da parte externa de um ecossistema em considerao. O termo amplamente utilizado para carvo e turfa compostos por materiais originados de fora do local de acumulao.

Sinnimos: alognico ou alotgeno alognico Veja alctono aloqumico Sedimento formado por precipitao qumica ou bioqumica no interior de uma bacia deposicional, compreendendo os intraclastos, olitos, fsseis e pelotas.

Nome atribudo por Rich , que aproximadamente equivalente zona abissal. O potencial de oxidao-reduo pode ser positivo oxidante ou negativo redutor ambiente oxidante Veja potencial de oxidao-reduo.

Esses trs parmetros envolvem fauna, flora, geologia, geomorfologia, clima, etc. Alguns exemplos de ambientes sedimentares so deltas, desertos e plainos abssais. Existem vrios tipos que podem ser agrupados em trs grupos bsicos: draga, pegador de fundo e testemunhador. H dois tipos de organismos anaerbicos: a facultativo que vive tanto na presena como na ausncia de oxignio e b obrigatrio que pode viver s na ausncia de oxignio.

Por exemplo as sulfobactrias desenvolvem-se no fundo submarino sem oxignio livre e produzem bioquimicamente o gs sulfdrico H2S. Esta anlise alm de possibilitar uma descrio padronizada desses sedimentos, pode permitir a interpretao dos processos de transporte e dos ambientes deposicionais.

Angliano Nome empregado na Gr-Bretanha para chamar o estdio glacial pleistocnico correspondente glaciao Mindel dos Alpes. O ngulo de repouso desses materiais depende da granulometria e da forma dos gros e alm disso, do meio subaqutico ou subareo.

A declividade de uma praia por exemplo, depende no somente das caractersticas das areias mas tambm da energia e de outras propriedades das ondas que incidem na praia. Alguns animais perfuram rochas Lithophaga e outros perfuram madeira Teredo. Os perfuradores marinhos abrangem vrios filos, incluindo esponjas, aneldeos, artrpodes, moluscos e equinodermes.

Veja tambm fossa submarina. Sinnimo: estirncio. Dessa maneira tambm conhecida por onda arenosa regressiva. A anteduna originada sob condies de regime de fluxo superior, isto , quando o nmero de Froude superior a 1 aragonita Mineral ortorrmbico, polimorfo da calcita CaCO3.

Conchas de pelecpodes e gastrpodes e alguns corais e foraminferos so compostos predominantemente de aragonita, que tambm encontrado como precipitado qumico. Lamas carbonticas modernas so compostas de diminutos cristais aciculares de aragonita, do mesmo modo que os oides calcrios atuais. De acordo com a teoria de tectnica de placas este tipo de feio formado quando duas placas crustais ocenicas se encontram em uma zona de subduco.

O Arquiplago Japons constitui outro exemplo de arco insular. O problema consiste na anlise mineralgica associada ao conhecimento da estabilidade dos mesmos, tanto sob aspectos fsicos quanto qumicos, para se chegar s rochas matrizes que entraram na composio da rea fonte.

Entre outras tcnicas, a anlise de minerais pesados associada ao estudo de paleocorrentes deposicionais so bastante utilizados nessas pesquisas.

O mineral mais freqente o quartzo, porm h situaes especiais em que predominam outros tipos de fragmentos minerais tais como, calcita, gipsita, etc.

Ela pode ser injetada em fissuras, dando origem aos diques de areia. So principalmente do Quaternrio e em alguns pases constituem recursos economicamente explorveis. Em geral de origem marinha. Os gros que constituem os arenitos so mais freqentemente de quartzo. Os minerais mais comuns nesses sedimentos so os argilominerias, que podem ser dos grupos da caolinita, esmectita, etc.

Em geral, indica deposio, em guas calmas, como fundos de lagunas, lagos, baas, etc. Existem tambm os tipos mistos, formados por controles estrutural e estratigrfico. As armadilhas estratigrficas so devidas primariamente a barreiras de permeabilidade ocasionadas por fatores sedimentares, como mudanas faciolgicas, variaes de propriedades petrofsicas, etc. As armadilhas hidrodinmicas constituem um grupo mais raro de reservatrios em que o petrleo retido por gradiente hidrodinmico.

Este fenmeno pode ser produzido naturalmente por rios, correntes costeiras e ventos ou atravs da influncia antrpica por obras de engenharia civil, tais como pontos, barragens, etc. A astenosfera jaz no interior da litosfera rgida, entre 70 e km, possuindo mais de km de espessura e exibindo alta atenuao de energia ssmica zona de baixa velocidade , por se apresentar parcialmente em estado de fuso.

Sinnimo: decaimento de onda. Atlntico - 1 Nome dado a um dos trs maiores oceanos ao lado do Pacfico e ndico. As estruturas rochosas so compostas principalmente de calcrios de corais e algas com at mais de metros de espessura, apoiados muitas vezes sobre vulces submarinos parcialmente erodidos. Acredita-se que o desenvolvimento de calcrios biognicos tenha ocorrido simultaneamente subsidncia da estrutura vulcnica. A largura do anel rochoso varia de 50 a m e a sua altura em relao ao nvel do mar no superior a 3 m.

H atis com 1 a 10 km, at no mximo 80 km de dimetro. A sua formao ocorre antes do soterramento e consolidao do sedimento, sendo produto de reaes qumicas e bioqumicas. Desta maneira, o mineral autignico um bom indicador das condies fsico-qumicas pH, Eh, etc.

Exemplos: glauconita, pirita, etc. Sinnimo: autctone. Exemplo: depsitos evaporticos. A palavra tambm amplamente empregada para carvo, turfa e associaes fossilferas compostas de materiais originados no prprio local de acumulao. B bacia - 1 rea extensa e deprimida para onde correm os rios que drenam as reas adjacentes.

Intensa concentrao salina por evaporao, pode resultar na precipitao por dolomita, calcita, gipsita, halita e sais de K, Mg e Br. No Brasil este tipo de bacia tambm chamado de bacia costeira e distribui-se desde a foz do Amazonas at a costa do Rio Grande do Sul. Corresponde a uma espcie de bacia sedimentar fssil, onde a fase de forte subsidncia no seguida , por intensos dobramentos.

Ocorrem 14, 19 e 12 bacias ocenicas deste tipo, distribudas respectivamente pelos oceanos Pacfico, Atlntico e ndico bacia sedimentar - rea geologicamente deprimida contendo grande espessura de sedimentos no seu interior, podendo chegar vrios milhares de metros, e pequena espessura dezenas a centenas de metros nas pores marginais.

Exemplo: bacia do Paran mais de 1. A gua mais profunda da bacia costuma ser mais ou menos estagnada apresentado portanto, caractersticas redutoras. Sinnimo: bacia barrada baa - Trecho cncavo do litoral marinho ou lacustre delimitado entre dois cabos ou promontrios, menor do que um golfo e maior do que uma enseada.

O perfil assimtrico, com o declive mais suave no lado convexo barlavento e o declive mais abrupto no lado cncavo sotavento. Nas dunas corresponde ao lado montante, cuja inclinao geralmente menor 5 a 15 do que o lado jusante, que apresenta ngulos superiores a Sinnimos: abarlavento, e balravento. Em geral, no esto unidas a ilhas ou continentes. Via de regra, permanece acima do nvel de mar mais alta Shepard, Barreiras Formao - Nome atribudo a uma unidade litoestratigrfica de sedimentao em ambiente continental, composto de argilas variegadas e lentes arenosas localmente conglomerticas, que se distribui desde o vale amaznico e atravs das costas norte, nordeste e leste do Brasil.

Bigarella a chamou-a de Grupo Barreiras, admitindo uma subdiviso nas formaes Guararapes inferior e Riacho Morno superior. A sua idade controvertido e os ltimos dados, baseados em paleomagnetismo, indicaram idade pliocnica Suguio et al, Entre vrios vegetais e animais bentnicos marinhos tem-se algas, foraminferos, corais, vermes, etc. Sinnimo: bntico. A rocha assim originada designada de biolitito. Exemplo: floresta de conferas do Hemisfrio Norte. Em geral utiliza-se mais comumente a unidade de volume.

O tipo predominante de fragmentos esqueletais deve ser especificado. Exemplo: biomicrito crinoidal. Por exemploa remoo de CO2 da gua do mar pelas plantas aquticas pode ocasionar a precipitao da calcita CaCO3 bioqumica. Termo bioestratigrfico equivalente ao litossoma, utilizado quando se consideram somente os atributos litolgico de uma massa de rocha sedimentar.

Exemplo: biota amaznica. Exemplo: tubos e outras pertubaes causadas por Callichirus major em sedimentos arenosos da Formao Canania do Pleistoceno Superior.

Veja tambm estrutura de bioturbao. Boreal - poca de temperatura baixa a seca, conforme estudos realizados no Hemisfrio Norte com base em mudanas na vegetao. Corresponde ao intervalo de tempo subseqente ao ltimo estgio glacial, isto , entre 9. A brisa particularmente conspcua no litoral, por efeito de diferenas de temperatura entre a terra e o mar. A altura em que se faz sentir a brisa no ultrapassa 1. C cabo - Setor saliente do continente que se estende para dentro do mar ou lago, sendo menos extenso do que uma pennsula e maior do que um ponto.

Veja tambm promontrio.

KAMENI SPAVAC PDF

Patrimônio Geomorfológico

.

74122 DATASHEET PDF

Dicionário geológico-geomorfológico.

.

Related Articles